• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT/Sergipe repudia nomeação de interventora na Reitoria da UFS

Publicado: 25 Novembro, 2020 - 07h15 | Última modificação: 25 Novembro, 2020 - 07h21

Escrito por: CUT/SE

notice

Pelo respeito à autonomia universitária, a Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) repudia a intervenção do Governo Bolsonaro no processo eleitoral para a escolha da reitora da Universidade Federal de Sergipe.

A CUT defende a universidade pública como patrimônio popular e uma instituição com história recente, visto que o Brasil foi o último País da América Latina a ter uma universidade. Apesar dos numerosos problemas que a instituição ainda enfrenta, obteve conquistas consideráveis para a formação de jovens, produção de conhecimento e ampliação da cultura e artes.

Desta forma, pelo fortalecimento desta instituição democrática e em defesa da também recente e frágil democracia brasileira, a CUT Sergipe repudia a nomeação da interventora por compreender que as questões internas da UFS devem ser, antes de mais nada, discutidas e decididas por sua comunidade.

Direção Estadual da CUT Sergipe
Aracaju 25 de Novembro de 2020