• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Dirigente de Sindicato Rural é eleito conselheiro da Escola Nordeste da CUT

Publicado: 06 Janeiro, 2020 - 15h33 | Última modificação: 06 Janeiro, 2020 - 19h28

Escrito por: Iracema Corso

notice

Dirigente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Aquidabã, Alberto Marques Santos, mais conhecido como Betinho, foi eleito conselheiro da Escola Nordeste de Formação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

O secretário de Formação Sindical da CUT/SE, o professor Dudu, destacou que Betinho vai dar uma grande contribuição. “A Escola Nordeste é uma das Escolas de Formação da CUT mais importantes do Brasil. Sergipe ganhou muito com a escolha de Betinho como nosso representante, principalmente porque é um trabalhador rural e a CUT/SE é composta, em sua maioria, por trabalhadores do serviço público e trabalhadores urbanos. Os sindicatos rurais estavam distantes da CUT e foi através dele e da secretária de Meio Ambiente da CUT/SE, Maria José, que essa conexão foi reestabelecida, portanto, foi uma excelente escolha”, afirmou o professor Dudu, ex-presidente da CUT/SE.

Na Escola Nordeste da CUT, Betinho substitui o atual Secretário Geral da CUT/SE, Jairo de Jesus, que cumpriu mandato de 3 anos como conselheiro titular da Escola. Na função de conselheiro, o dirigente sindical é convocado para apreciar e emitir parecer sobre as contas da Escola, através da análise do seu Balanço Financeiro.

Para Betinho, esta será uma grande oportunidade de aprendizado, pois, a formação representa a possibilidade de agregar, reunir os trabalhadores rurais e fortalecer a luta.

“Desde a Reforma da Previdência, o trabalhador rural vem sofrendo muitas perdas. É o fim da promoção de políticas públicas aplicadas pelo estado no campo, o fim do MDA que atuava no campo fortalecendo a agricultura familiar, o fim de diversas políticas públicas de fortalecimento da agricultura familiar, desde a entrada do ilegítimo Temer e a continuidade de sua política no Governo Bolsonaro. Nesse contexto devastador, a formação é um momento fundamental de união dos trabalhadores rurais, servidores públicos e trabalhadores da cidade. Só através da união conseguiremos recuperar todos os direitos que estão sendo tirados de nós”, observou o conselheiro da Escola Nordeste de Formação da CUT.