• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Presidente da CUT/SE participa de protesto do MTST

Caminhada de luta vai ao Palácio do Governo e à Porta da Prefeitura de Aracaju em defesa de moradia popular para famílias da Ocupação Beatriz Nascimento e da Ocupação Marielle e Anderson

Publicado: 21 Setembro, 2018 - 19h00 | Última modificação: 21 Setembro, 2018 - 19h10

Escrito por: Iracema Corso

notice

A bandeira vermelha do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) tremulou com o vento forte embaixo do viaduto do Terminal do DIA na manhã desta sexta-feira, dia 21/9, em Aracaju.

Mulheres em sua maioria, crianças, homens e idosos da Ocupação Beatriz Nascimento se somaram em uma caminhada de luta com os moradores da Ocupação Marielle e Anderson.

A partir de um convite dos coordenadores nacionais do MTST, Isa, Severino e Vinícius, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), professor Rubens Marques, participou da caminhada de protesto até a porta do Palácio do Governo e em seguida até a porta da Prefeitura de Aracaju. “Vim representando o apoio dos trabalhadores da CUT e dirigentes da nossa central ao movimento dos trabalhadores que luta por moradia popular. Sempre que for possível, daqui pra frente, vamos estar presentes em apoio e solidariedade, seja para fazer mobilização ou ato contra ordem de despejo, seja nas manifestações públicas e protestos de denuncia”.

O protesto seguiu até a porta do Palácio do Governo para questionar a ameaça de reintegração de posse contra moradores da Ocupação Beatriz Nascimento, no Japãozinho. A advogada do MTST não entendeu o ocorrido, pois já havia negociação e acordo junto ao Governo do Estado de Sergipe para atender à demanda do MTST.

Em caminhada de luta, as famílias seguiram até a porta da Prefeitura de Aracaju para cobrar providências em favor dos moradores abandonados num galpão após a violenta ação de reintegração de posse da Ocupação Marielle e Anderson.