• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sindicatos CUTistas vão debater e deliberar frente organização sindical e conjuntura

Nos Dias 13 e 14 de agosto, acontecerá a 16ª Plenária Estatutária da CUT Sergipe Marta Maria (Sindomestico), Claudiene Santos (STTR Itabi) e Mônica Bonfim (CUT-Sergipe, Sindipema/Sinergia)

Publicado: 10 Agosto, 2021 - 13h02 | Última modificação: 11 Agosto, 2021 - 13h16

Escrito por: Iracema Corso

notice

Para discutir os desafios de 2021 em diante, tarefas imediatas e estratégia, lideranças sindicais de Sergipe estarão reunidas na 16ª Plenária Estatutária da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) Marta Maria Lima (Sindoméstica), Claudiene Santos Souza (Preta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itabi) e Mônica Bonfim (CUT-Sergipe, Sindipema/Sinergia), nos dias 13 e 14/8. A plenária presta homenagem in memorian a três trabalhadoras e lideranças sindicais que neste ano perderam a vida por problema de saúde e na luta contra a Covid-19.

A Plenária organizada no formato online vai reunir 188 lideranças sindicais de Sergipe que participarão como delegados, além dos observadores.

Entre os objetivos da Plenária, estão a eleição dos sindicatos de Sergipe para a Plenária Nacional da CUT; recomposição da direção; discutir e deliberar sobre o temário constante no regimento a serem encaminhadas para a Plenária Nacional; convocação do próximo Concut (2023); definir instâncias e atribuições da CUT ao encaminhar as resoluções aprovadas no 13º CONCUT e no 12º CECUT.

Um momento importante do evento será a Análise de Conjuntura Nacional e Internacional que auxilia na elaboração da estratégia e do plano de luta da CUT para os próximos anos (de 2021 a 2023).

A Análise de Conjuntura 'Os Desafios da Classe Trabalhadora Pós pandemia' será conduzida pelos palestrantes: Jandyra Uehara Alves - Secretária de Políticas Sociais da CUT Nacional, Angela Melo – Direção nacional da CUT, Itanamara Guedes – secretária de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT/SE, Joelma Paulina secretária de Organização e Política Sindical e Jairo de Jesus - secretário Geral da CUT Sergipe.